Escola estadual mais bem colocada no ‘Prêmio Gestão Escolar’ ganha curso de especialização para seus professores

Como forma de evidenciar o 2º lugar alcançado no Prêmio Gestão Escolar 2020, a Escola Estadual de Ensino Fundamental – Profª. Claudine Gabriele Lima Silva, situada no bairro do Tapanã, em Belém, foi contemplada com um curso de especialização em Educação Digital, pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). Ao todo, seis educadoras de diferentes áreas do conhecimento, irão se capacitar por 18 meses, com o auxílio da internet.

Segundo a vice-diretora da escola, Girlene Vasconcelos, as seis professoras que vão participar da capacitação já foram escolhidas e devem iniciar os estudos em agosto deste ano. A dirigente também destacou que essa conquista só foi possível graças a um trabalho diferenciado realizado na escola, que culminou com o resultado dessa premiação.

“Em nossa escola, a gente sempre prezou pelo aprendizado e o bom desempenho dos nossos alunos. Portanto, já tem uns cinco ou seis anos em que nós estamos focados em um projeto, com a intenção de melhorar a aprendizagem dos nossos alunos e melhorar a nossa prática pedagógica e, graças a isso, nós já estamos colhendo bons resultados, como o aumento do nosso Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), nos últimos anos”, ressalta Girlene Vasconcelos.

De acordo com Lidiane Reis, professora da escola e uma das selecionadas para o curso de especialização, o Prêmio Gestão Escolar 2020 vem coroar todo o esforço e dedicação, e fortalecer o compromisso com a educação pública paraense. A educadora comentou os desafios para garantir o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, principalmente durante a pandemia e destacou as iniciativas pedagógicas criadas neste período.

“Estamos colhendo os frutos de um trabalho que vem sendo desenvolvido há anos por uma equipe pedagógica (direção, coordenação, professores e funcionários de um modo geral) que sempre fazem o possível para proporcionar aos nossos alunos um ensino de qualidade. Durante a pandemia não foi diferente, desenvolvemos várias atividades para não deixar os nossos alunos sem materiais de estudo e utilizamos vários instrumentos para que esse trabalho tivesse continuidade. Sabemos que são muitos os desafios para garantir o processo de ensino-aprendizagem, porém o maior desafio enfrentado por nós, professores, é não poder ensinar nossos alunos presencialmente; mas cremos que logo isso voltará a ser uma realidade”, enfatizou.

Para a secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, esta é uma conquista que merece ser celebrada pela Seduc e, principalmente, por todos os professores, alunos e servidores da Escola Estadual Profª. Claudine Gabriela.

“Esta é uma unidade escolar diferenciada, porque conquistou essa importante premiação em âmbito nacional, alcançando o 2º lugar no estado do Pará, o que é motivo de orgulho para nós. Isso demonstra de forma muito forte, o investimento que vem sendo feito pelo Governo do Pará, na educação pública paraense. Construindo um novo cenário para todos os 586 mil estudantes e seguimos lutando pela melhoria da nossa educação, para que as nossas escolas sejam reconstruídas e, sem sombra de dúvidas, tudo isso é prioridade nessa atual gestão”, destacou a titular da Seduc.

PRÊMIO GESTÃO ESCOLAR

O Prêmio Gestão Escolar é uma iniciativa promovida pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), e visa valorizar as boas práticas, incentivar o aprimoramento dos processos de gestão e promover ações que possibilitem a troca de experiências entre gestores, multiplicando boas estratégias.

Além de reconhecer as experiências que deram continuidade ao processo de aprendizagem dos estudantes, a premiação também buscou identificar e disseminar práticas inovadoras na gestão escolar, como forma de valorizar as escolas públicas que se destacaram pela gestão competente, participativa e colaborativa, assim como valorizar as unidades de ensino que trabalharam em equipe, com corresponsabilidade na gestão, no ensino, na aprendizagem e na resolução de problemas.

A cada ano, a premiação se atualiza e, em 2020, lançou uma edição especial, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que contou com a participação de 7.980 inscrições em todo o país, sendo que desse total, 5.208 foram de escolas estaduais e 2.772 inscrições de escolas municipais. A temática central deste ano foi: “Como as escolas estão enfrentando o desafio do afastamento social para manter o vínculo entre os atores escolares?”.

A classificação geral das escolas paraenses que participaram da premiação, a pontuação e a localização das respectivas unidades de ensino, ficou da seguinte forma:

1º lugar – Escola Municipal Ronilton Aridal da Silva Grilo – 97 pontos – (Canaã dos Carajás)

2º lugar – Escola Estadual Profª. Claudine Gabriele Lima Silva – 94,5 pontos – (Belém)

3º lugar – Escola Municipal José Maria Morais e Silva – 94 pontos – (Ananindeua)

Texto: Vinícius Leal (Ascom/Seduc).Por Governo do Pará (SECOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!