Temendo derrota de Amazonino na prefeitura, Josué e Braga voltam a querer ‘tomar’ governo do AM

Segundo informações dos bastidores, após ver seus candidatos a vereador de Manaus serem derrotados de forma humilhante nas urnas, o presidente da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas), deputado Josué Neto (PRTB), reascendeu o desejo de se tornar governador do Estado e já estaria articulando um novo plano para tentar “tomar” o comando de Wilson Lima (PSC), na “marra”.

Em maio deste ano, como noticiado Josué Neto havia se aproximado de militâncias de Direita em Manaus, para obter mais influência política com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

Ainda segundo informações, o militante Sérgio Kruke (PRTB) e o líder do Movimento Endireita Amazonas, Felipe Souza (PRTB), eram as apostas de Josué Neto para CMM (Câmara Municipal de Manaus), porém ambos não conseguiram sequer alcançar 500 votos. Mesmo Kruke e Souza sendo nomeados para cargos comissionados na ALE-AM, o dinheiro investido em suas respectivas campanhas não foi o suficiente.

Rumores vindos dos bastidores da política indicam também que ao ver a diferença entre os candidatos que disputam o segundo turno das eleições, Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante), Josué Neto e seu aliado de longa data Eduardo Braga (MDB), começaram a sentir certo “desconforto” e já planejam uma estratégia alternativa caso o cacique que ambos apoiam não seja eleito. Tal plano seria voltar a tentar aplicar um golpe de Estado e tomar a cadeira de Wilson.

As informações dos bastidores ainda dão conta que a derrota humilhante de aliados de Josué Neto, reascendeu a chama do parlamentar em se tornar governador do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!