Destaque

Prefeito de Rio Preto da Eva acaba de ser processado criminalmente no TJAM – Relator Desembargador Domingos Jorge Chalub

Anderson Souza (PP), prefeito do município de Rio Preto da Eva, a 80 quilômetros de Manaus, acaba de ser processado criminalmente pelo seu maior algoz: o Vereador Cabo Marcelo (Avante), que deu uma aula de contagem de prazo na Câmara de Vereadores, no épico caso da Comissão Processante que tornou Marcelo o maior nome da política Rio Pretense em 2020 pela coragem e fibra de combater o caos da gestão do prefeito Ostentação bagaço se laranja como é chamado nos bastidores no município. principal cabo eleitoral de Altemir, que ao contrário das “pesquisas” manobradas por Anderson, vem liderando as intenções de votos na terra da laranjas, principalmente na área rural e junto aqueles que não tem cargo comissionado na prefeitura .

A denúncia crime no TJ- AM, a cargo do Desembargador Chalub, por calúnia, injúria e difamação, consta no processo Criminal e deriva de uma entrevista concedida pelo Prefeito Ostentação, ao portal AM1, em 20/01/2020, com título “Prefeito de Rio Preto Anderson Souza e vereador Cabo Marcelo em Guerra declarada”, onde o alcaide (sem provas) acusa ao Vereador de oposição de ter feito “propostas indecorosas).

Publicidade

A Côrte de Justiça Amazonense aceitou a acusação contra Anderson e determinou que Ostentação apresente defesa em 15 dias.

O vereador hoje é o único da Câmara de vereadores a denunciar os crimes cometidos pelo prefeito Anderson Souza, que é, disparado o Prefeito Amazonense, com maior número de Inquéritos / Representações e Processos no MPAM, MPF, PF, TCE, TCU, Justiça Estadual e Justiça Federal, fora processos em Tribunais Superiores

A maioria por atos em Rio Preto da Eva, na sua Gestão anterior e nesta Gestão (Verbas do Instituto Municipal de Previdencia e Obras em Convênios do INCRA)

Na sua maioria, mesmo acuado por temer represálias, povo quer saber onde foi parar o dinheiro do contribuinte de Rio Preto da Eva .

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *