Destaque

Enfermeiro “eterno candidato” busca autopromoção denegrindo a imagem de políticos

Se não bastasse esse momento tão delicado que o mundo,de modo global está passando, com as pessoas e, principalmente a classe médica na linha de frente salvando vidas, ainda temos de lidar com pessoas inescrupulosas e sem caráter, se aproveitando para se autopromover na política.

Um caso específico que chamou a atenção é a do enfermeiro Márcio Fragata, funcionário da Susam, que nesse momento de pandemia, com os hospitais sobrecarregados, fica o dia inteiro no grupos de whats app, denegrindo a imagem de políticos, com o intuito de se autopromover. Inexpressivo, sem perfil e sem qualquer outro atributo necessário para atuar na política, Márcio tentou no ano de 2016 o cargo de Vereador, pelo PEM, e deputado estadual em 2018, pelo PDT, obtendo míseros 193 votos.

Como não obteve êxito, ao se aproximar o período de alianças e campanhas, Márcio tem sido visto novamente nos gabinetes de vereadores e deputados, em busca de apoio para seus projetos eleitoreiros. Sem sucesso mais uma vez, se dedicou a tentar “queimar” a imagem de vários parlamentares.

Publicidade

Foi chamado de ingrato por uma deputada estadual, que não quis se identificar “Um ingrato que ajudei muito e agora fala mal de mim nas redes sociais. Este ano, ele já está em campanha para o vereador, mas fazendo esse tipo de jogo sujo, não vai muito longe”. A parlamentar já prepara uma ação por danos morais contra ele.

Cabe ao órgãos competentes e responsáveis pela função do profissional, assim como o uso de suas atribuições, e ao Ministério Público investigar o enfermeiro e funcionário público Márcio Fragata, que ao que tudo indica, pratica desvio de função. que ao invés de trabalhar como os demais, se aproveita da fragilidade do momento e só pensa em politicagem.

Portal da Capital

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *