Destaque

O momento requer equilíbrio entre os poderes, qualquer crise política agravaria mais a situação delicada que vive nosso país!

Em meio à crise do novo Coronavírus, o Governo do Estado do Amazonas vem sofrendo pedidos de impeachment, onde estão usando forças políticas de oposição para derrubar o atual governador Wilson Lima eleito pela população em 2018. O Governo tem sido alvo de críticas pela forma que tem lidado com a crise na saúde pública diante da pandemia do novo coronavírus.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, falou que os pedidos de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro não é sua prioridade nesse momento, e sim debater medidas para combater a crise gerada pelo Covid-19.” paciência” e “equilíbrio” pois uma crise política poderá gerar ainda mais incertezas em meio à crise do coronavírus”.

O próprio Rodrigo Maia é contra o impeachment do presidente no Brasil em meia pandemia nacional, segundo ele, isso causaria um agravamento da crise no país, apesar da oposição dele ao Presidente Bolsonaro, por diversas vezes se tornou persona no grata por todo o Brasil ao olhos dos apoiadores de Jair, mas mesmo assim na gravidade que vivemos ele escolheu não se aproveitar do momento.

Enquanto no Estado do Amazonas há aqueles que defendem fielmente o presidente, tomaram atitudes diferentes, que poderia desencadear um problema gravíssimo, ainda mais com um terceiro problema, já tendo em vista o problema econômico e o da saúde.

O presidente da ALEAM Josué Neto, estão querendo orquestrar o impeachment do governador do Amazonas, em meio a maior pandemia já vivida nos últimos cinquenta anos. Momento esse que requer equilíbrio entre os poderes, tendo em vista que qualquer crise política agravaria ainda mais a situação delicada que vivemos no estado.

Publicidade

Em lugar algo no mundo houve esse tipo ação, mesmo em países que suas políticas foram tardias na ação contra o virus, em lugar algo nesse momento há a minima possibilidade de tão coisa, mas no Amazonas interesses políticos vem a frente dos interesses da população, pedidos orquestrados por filiados a partidos de oposição, movimentos políticos encabeçados por candidatos a vereadores do partido do presidente da ALEAM, e no minimo extranho se não absurdo.

O Governo do Amazonas está enfrentando umas das piores crises mundiais, salvar vidas e sua máxima prioridade, superar a crise econômica será o próximo passo, garantindo emprego e a dignidade do povo amazonense. Não esta sendo fácil, em lugar algum no mundo esta, mas a hora agora e de unidade e não perversidade.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *