Destaque

O governador afirmou que o momento é inoportuno, que a decisão não tem fundamento

O governador Wilson Lima (PSC) emitiu nota acerca do pedido de impeachment dele e de seu vice, Carlos Almeida Filho (PTB) acolhido nesta quinta-feira, dia 30, pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Josué Neto (PRTB).

O governador afirmou que o momento é inoportuno, que a decisão não tem fundamento e está contaminada por questões eleitorais.

“Uma decisão solitária do presidente da Assembleia que não contribui em nada para vencermos essa guerra de todos os amazonenses contra a pandemia”, disse.

Respeito ao debate

Wilson Lima ressaltou que respeita o debate político na ALE-AM, mas reitera que este não é o momento para discussão de uma pauta que está distante dos reais problemas do Amazonas e da população que mais precisa da ação do Estado em todas as suas esferas.

Publicidade

“O inimigo é um só. Nunca foi tão importante unir forças. É isso que a sociedade nos cobra. Enquanto pessoas morrem e o mundo se comove com a pandemia no Amazonas, o presidente da Assembleia não pode apresentar esse tipo de proposta para debatermos”, destacou o governador.

Wilson aproveitou para convidar o presidente da ALE-AM, Josué Neto, a participar do Comitê de Crise do Covid-19.

“Todos os presidentes de todas as instituições desse Estado estão discutindo conosco soluções para a crise e o presidente da Assembleia será muito bem vindo à mesa”, frisou.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *