Destaque

Assembléia Legislativa na mira da Polícia Civil e do MP

Segundo o site Nem amigo e nem Inimigo

O mistério entre a ENEVA e o Presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Deputado Josué Neto (PRTB) deverá ter avanços para elucidação. Fontes ligadas ao Ministério Público do Amazonas informam que já estariam sendo instaurados inquérito civil público e inquérito policial, este último com o auxílio da Polícia Civil, visando obtenção de diligências, dentre elas o espelhamento dos computadores e smartphones utilizados por Damian Popolo, Lino Cançado e Pedro Zinner, todos administradores da ENEVA. As mesmas fontes garantem que encontrarão indícios e provas de que um Projeto de Lei recentemente aprovado sob o comando do Deputado Josué Neto teria passado pelos referidos equipamentos pessoais antes de sua chegada ao Legislativo Amazonense. Essa tática de espelhamento é bastante utilizada pela Polícia Federal, valendo lembrar que foi o mesmo procedimento utilizado no celular de ex-Ministro da Justiça Sérgio Moro, para encontrar provas de eventuais interferências do Presidente Jair Bolsonaro.

Publicidade

nem amigo nem inimigo

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *