Destaque

Little Richard, um dos pioneiros do rock’n’roll, morre aos 87 anos

Little Richard, um dos pioneiros do rock’n’roll, morreu neste sábado (9), aos 87 anos. Danny Penniman, filho do músico, confirmou a morte para a revista Rolling Stone, mas disse que a causa é desconhecida.

O artista já estava com a saúde bastante debilitada havia alguns anos, sofrendo com problemas no quadril, além de ter sofrido um derrame.

Nascido em uma família de 12 irmãos em 5 de dezembro de 1932, em Macon, na Geórgia, Richard Wayne Penniman (nome de batismos) iniciou seu envolvimento com a música ainda na adolescência, na década de 1940. Em casa, Little sofria por sua orientação sexual e apanhava do pai.

Ele foi responsável por hits como “Tutti Frutti”, “Long Tall Sally”, “Rip It Up” , “Lucille”, “Good Golly Miss Molly”, entre outros. O músico se autoproclamava como “o arquiteto do rock”.

Ao longo da carreira, vendeu mais de 30 milhões de discos em todo o mundo e realizou uma série de gravações que ajudaram a estabelecer o rock’n’roll. Little Richard influenciou uma série de bandas e artistas como Beatles, Otis Redding, Creedence Clearwater Revival e David Bowie.

Publicidade

Com fãs ilustres, como Elton John e Paul McCartney, o músico era também conhecido por seu estilo extravagente durante suas performances, que iam dos gritos fervorosos aos trajes coloridos e vibrantes.

Na vida pessoa, oscilou entre momentos de rebeldia e de comportamento ultrajante com os de religiosidade, o deixando sempre em um conflito pessoal, o que refletia em suas músicas. Em 1958 se tornou pastor, retornando para a carreira musical somente em 1962.

O artista anunciou sua aposentadoria em 2013 aos 80 anos.

G1

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *