Destaque

Cinegrafista morre atropelado a caminho do trabalho

Um cinegrafista de 50 anos que seguia para o trabalho de bicicleta morreu na manhã desta terça-feira (21) ao ser atropelado por um carro na Reta da Penha, em Vitória.

O acidente aconteceu pouco antes das 6h no sentido Centro. A vítima foi identificada como Ricardo Louro Lopes e estava bem perto de seu local de trabalho quando foi atingida pelo carro.

Segundo policiais militares que atenderam à ocorrência, o motorista do veículo que atropelou a vítima informou que o sinal de trânsito estava amarelo e ele não viu quando o ciclista atravessava a faixa de pedestres.

Com o impacto da batida, Ricardo morreu na hora. O carro envolvido no atropelamento ficou com a frente destruída.

Ricardo Louro Lopes morreu depois de ser atropelado quando andava de bicicleta na Reta da Penha, em Vitória. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Ricardo Louro Lopes morreu depois de ser atropelado quando andava de bicicleta na Reta da Penha, em Vitória. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Familiares do cinegrafista estiveram no local do atropelamento.

As três pistas no sentido Centro de Vitória chegaram a ser interditadas para o trabalho da perícia, mas já foram liberadas e o trânsito voltou a fluir normalmente.

Publicidade

De acordo com a Polícia Militar, o motorista tem 30 anos e o teste do bafômetro realizado no local do acidente indicou uma alteração, com 0,10 miligramas de álcool.

Apesar de o crime de trânsito só ser configurado a partir de 0,33 miligramas, o motorista foi levado para prestar depoimento na delegacia, já que o acidente resultou na morte de uma pessoa.

Segundo a Polícia Civil, o condutor prestou depoimento e foi liberado. Ainda de acordo com a polícia, o caso seguirá sob investigação na Delegacia de Delitos de Trânsito (DDT).

Aos policiais, o homem informou que é dono de um bar e que por volta da meia-noite ingeriu duas latas de cerveja.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *