Política

Reunião entre vereadores termina com puxão de cabelo e troca de tapas; Veja o vídeo

Uma confusão entre dois vereadores acabou forçando o encerramento de uma reunião na Câmara Municipal de Elói Mendes, no Sul de Minas. Após ser chamada de “comprada”, a vereadora Maria Léia Domingos (PV) partiu para cima do vereador Silvério Rodrigues Félix (SD). Ela o agrediu com tapas, empurrões e puxões de cabelo.

A discussão começou quando a Câmara discutia uma carta que denunciava supostas irregularidades cometidas pelo prefeito da cidade, Paulo Roberto Belato, que é do mesmo partido de Maria Léia. Após a leitura do documento, a vereadora se manifestou e citou desvios que teriam acontecido em outras gestões – um deles envolvendo Silvério Rodrigues Félix. (Vídeo no final da matéria).

O vereador reagiu dizendo que “não tinha medo de denúncia” e acusou a mulher de se beneficiar do cargo. “Inclusive, tem gente que está na prefeitura que tem esposa, filha trabalhando… A senhora tem filha trabalhando na prefeitura. Teu voto é comprado”. Foi neste momento que Maria Léia se exaltou. “Isso é coisa da sua amante”, disse segundos antes de agredir o vereador com empurrões e puxões de cabelo.

Publicidade

Durante a confusão, Félix chegou a chamá-la de “ladra, corrupta e desonesta” e os dois continuaram trocando ofensas por algum tempo, enquanto outras pessoas que estavam por perto tentavam separar a briga. Confira o momento da discussão abaixo:

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *