Amazonino diz que a polícia se transformou em ‘sucursal do crime’ e delegados reagem

MANAUS (AM) – Uma fala de Amazonino Mendes (Cidadania) durante evento que oficializou sua candidatura para o Governo do Amazonas não foi bem recebida pelas Polícia Civil e Militar do Amazonas, na manhã de sábado (30). De acordo com o candidato, “a polícia se transformou numa sucursal do crime”.

A convenção aconteceu na quadra da escola de samba Sem Compromisso, na Zona Norte de Manaus, e durante 30 minutos de discurso a polícia foi duramente criticada por ele. “Tenha fé no povo, não na polícia que se transformou numa sucursal do crime. Uma vergonha. O povo, hoje, tem medo deste telefone para ligar para a polícia. É melhor jogar fora. Porque você não liga para nada, a polícia lhe ocupa a mente com esse medo. Você morre, eles matam!”, declarou Amazonino Mendes.

A delegada Emília Ferraz, que foi delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas e atualmente é pré-candidata a deputada federal do Amazonas, reagiu em suas redes sociais. Segundo ela, não é de hoje que “Negão” faz ataques desse tipo contra a polícia.

“Não é de hoje que Amazonino Mendes ataca a Polícia Civil do Amazonas, chegando a extingui-la, em 1989, em grave ataque contra a Constituição Federal (…) Me solidarizo com todos os policiais e repudio afirmação tão vil feita pelo ex-governador, que desonra a polícia de nosso Estado, que é formada sim, por mulheres e homens de bem, que colocam suas vidas em risco, todos os dias, pela população do nosso Amazonas”, disse ela.

O ex-diretor do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Rodrigo Sá, que é ex-delegado de polícia e pré-candidato a deputado federal também rebateu Amazonino, classificando o comentário como “desrespeito pela instituição”.

“A fala de Amazonino me causa indignação, pois revela o total desrespeito que ele tem pela instituição e, principalmente, pelos profissionais que atuam na área da segurança pública”, escreveu Rodrigo, ressaltando que por mais de 11 anos trabalhando na polícia ele viu centenas de outros profissionais trabalhando pela paz e segurança de Manaus.

O presidente da Associação das Praças de Policiais e Bombeiros do Estado do Amazonas (APPBMAM), sargento Igo Silva, também se pronunciou a respeito do discurso do ex-governador.

“Infelizmente quando chega o período eleitoral, muitos se transformam em cientistas políticos que sabem discutir segurança pública, mas quando tiveram oportunidade de estar no poder, pouco fizeram para mudar a realidade. O senhor ex-governador não conhece e nem valoriza o policial militar. Nós somos o braço armado da população e nossa missão tem sido concluída com êxito”, disse o sargento.

Ainda durante a convenção, o empresário Humberto Michiles foi anunciado como seu vice na chapa. O empresário estava fora da política desde 2006.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *