Atleta assume porte de droga: ‘não queria infringir a lei’

Anorte-americana Brittney Griner, presa na Rússia desde o mês de fevereiro, se declarou culpada nesta quinta-feira (7). A jogadora de basquete era acusada de transportar drogas e resolveu assumir a autoria do crime em sua segunda audiência do seu julgamento, conforme divulgado pelo jornal The New York Times, dos Estados Unidos.

“Eu gostaria de me declarar culpada, meritíssimo. Mas não houve intenção. Eu não queria infringir a lei. Gostaria de dar meu testemunho mais tarde. Preciso de tempo para me preparar” disse Griner no tribunal.

A pivô foi detida com THC (composto da maconha), na forma de óleo de haxixe, quando tentava embarcar no avião, no aeroporto de Sheremetyevo, perto de Moscou. Ela fez um apelo ao presidente Joe Biden, que prometeu esforços para transferi-la ao país natal. Caso seja condenada, Griner poderá pegar até 10 anos de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *