Atriz remove todos os dentes devido anorexia; entenda

A atriz inglesa Gemma Oaten, de 38 anos, revelou em seu Instagram que está se afastando da rede social para poder realizar uma cirurgia odontológica. Ela vai remover todos os dentes superiores por conta da sua luta contra a anorexia e bulimia. A influencer chocou os seguidores e deixo-os emocionados devido a sua decisão. Uma corrente de apoio tomou conta da rede social.

A dentista Ilana Marques explica: “A necessidade de extração dos dentes da atriz está totalmente relacionada a essa doença comportamental, chamada bulimia, que leva a transtornos alimentares acarretando danos fisiológicos”.

De acordo com a especialista da clínica IGM Odontopediatria, em relação à saúde bucal, “podemos citar o aumento nos índices de lesões cariosas, alterações na quantidade e qualidade da saliva, xerostomia, queilite e mucosite, bruxismo e alterações ortodônticas e até mesmo doença periodontal”.

A condenação dos dentes deve-se a doença periodontal (ou doença gengival) avançada. Provavelmente, segundo a especialista, isso acontece em razão de muitos anos de uma má higiene bucal, deficiências de vitaminas, ingestão crônica de carboidratos, compulsão alimentar, pouca salivação (xerostomia), ansiedade e acidificação da saliva causada pelos vômitos. “Tudo isto aliado a uma provável ausência de prevenção e atenção odontológica”, alerta Ilana.

O diagnóstico é dado pelo cirurgião-dentista, a partir do conhecimento dos sinais e sintomas dessa doença. “Ele é um dos primeiros profissionais de saúde a identificá-la e a poder ajudar e encaminhar para um tratamento multidisciplinar, onde entraria o psiquiatra, psicólogo, nutricionista, dentre outros”, finaliza.

Sobre o caso

Gemma é conhecida por interpretar o papel de Rachel Breckle em Emmerdale, uma “soap opera” britânica. Ela luta há anos contra a anorexia e a bulimia.

“Não há nada glamoroso nessa devastadora doença mental e há muito a ser feito para apoiar aqueles que precisam desesperadamente de ajuda antes que seja tarde demais”, destacou. “A intervenção precoce é fundamental. Não há vergonha e devemos quebrar o estigma. Vou continuar lutando por mudanças”, disse.

Com informações do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *