Auxílio Brasil: governo deve antecipar calendário de pagamento

Na esteira da promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Eleitoral que amplia benefícios sociais, o governo deve mudar de forma definitiva o cronograma de pagamento do Auxílio Brasil.

O objetivo é antecipar o calendário de pagamentos para a primeira quinzena de cada mês. Atualmente, o pagamento é feito nos últimos 10 dias úteis, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social), como funcionava no Bolsa Família. Com isso, o novo piso do programa, que sobe de R$ 400 para R$ 600, será pago antes.

A antecipação do pagamento tem por objetivo desvencilhar o programa de transferência de renda do presidente Jair Bolsonaro, em vigor desde novembro de 2021, do Bolsa Família, bandeira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A meta do Palácio do Planalto é começar a realizar o pagamento dos novos benefícios no dia 9 de agosto. Entre eles, o aumento do piso do Auxílio Brasil, que passará dos atuais R$ 400 para R$ 600, um auxílio para caminhoneiros autônomos de R$ 1 mil de seis parcelas, além para um benefício a taxistas, em torno de R$ 200.

Com informações do IG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *