Confeiteira é baleada pela Polícia Militar e morre na frente do filho

A confeiteira Fabiana Matos Rodrigues, 23, morreu baleada na frente do filho de 6 anos durante uma abordagem da Polícia Militar ao carro em que eles estavam, na noite de quinta-feira (8), em Inhumas, na Região Metropolitana de Goiânia. A prima da vítima, uma adolescente de 16 anos também estava no veículo e ficou ferida.

Segundo um site de notícias do Globo, a família da vítima denuncia erro na ação dos policiais.

Conforme informou a polícia militar, os policiais teriam abordados, mas foram recebidos a tiros e revidaram. No confronto, Fabiana foi atingida e morreu no local. Já a prima dela foi baleada e levada para o hospital. O filho da confeiteira não ficou ferido.

A polícia disse ainda, que no carro em que elas estavam foram encontrados um revólver e 5 kg de maconha. Porém, as versões apresentadas no Boletim de Ocorrência, serão apuradas por meio de inquérito policial militar através da Corregedoria da PM-GO.

Um tio das duas jovens, identificado por João Moreira, denunciou que esse material apreendido pela polícia não pertencia às sobrinhas.

Moreira contou que o filho de Fabiana está muito abalado e disse apenas que os policiais atiraram contra a mãe. A família espera que a adolescente possa se recuperar para dar a versão do que aconteceu.

O delegado Miguel Mota informou que a Polícia Civil vai investigar o caso. Ele espera a conclusão de laudos periciais e também a recuperação da adolescente baleada para que ela preste depoimento. A Polícia Civil informou que as duas não tinham nenhuma passagem pela polícia.

Fonte: Portal do Holanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *