Foragido da Justiça é preso pelo estupro da filha de 13 anos

Um homem suspeito de estuprar a própria filha foi preso nesta quinta-feira (14). O crime foi praticado em 2016 na cidade de Pariconha, interior de Alagoas, mas o mandado de prisão preventiva só foi expedido em outubro de 2021. Desde então, o homem estava foragido. Ele foi localizado e preso pela Polícia Civil na cidade de Delmiro Gouveia, onde passou a morar.

Em depoimento, durante as investigações, o homem negou o crime. Mas, diante das provas apresentadas pela polícia ao Poder Judiciário, ele teve a prisão preventiva decretada, que foi cumprida agora pelos agentes da Delegacia Distrital de Água Branca, comandada pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti.

Segundo o delegado, que também é titular da 1ª Delegacia Regional de Polícia de Delmiro Gouveia, o crime foi denunciado pela mãe da vítima no dia 10 de setembro de 2016, no povoado Marcação, em Pariconha. Ela contou para a polícia que o pai vinha abusando sexualmente da menina, que na época tinha 13 anos, durante a noite, quando todos da casa estavam dormindo.

No depoimento, a mãe disse ainda que a criança acordava com o órgão genital doendo e o pai por cima dela com o pênis à mostra. A vítima disse que essa situação já vinha se repetindo há cerca de dois meses e que uma vez tentou pedir socorro gritando, mas foi impedida pelo pai.

A menina morava com a mãe em outro povoado da cidade, mas o pai vinha buscá-la para ficar na casa dele no povoado onde residia. Seria nesses momentos que o abuso era praticado, conforme investigação policial.

Após a prisão, o homem foi levado para a Delegacia de Delmiro Gouveia, onde deve permanecer à disposição da Justiça.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *