Homem mantém cadáver da mãe por um ano no porão de sua casa

Um austríaco de 66 anos manteve o corpo da mãe em um porão durante um ano para continuar recendo uma pensão. De acordo coma BBC News, as autoridades austríacas acreditam que a mulher de 89 anos, que sofria de demência, morreu em junho de 2020.

O homem de 66 anos que mora em Innsbruck, na Áustria, usou cubos de gelo e areia de gato para armazenar o corpo no porão para encobrir o cheiro. A polícia estima que, desde junho de 2020, ele tenha recebido ilegalmente cerca de 50 mil euros em pagamentos de previdência por correio.

A suspeita começou quando o austríaco recusou o carteiro (ao contrário do carteiro que costuma fazer o pagamento) de ver o pedido do beneficiário. Essa recusa desencadeou uma investigação e pôs fim ao crime.

As autoridades locais disseram à mídia local que o homem ficou com o corpo porque não tinha dinheiro para pagar o funeral de sua mãe e não podia pagar o aluguel da casa que compartilhavam.

A autópsia descartou a possibilidade de que ele tenha matado sua mãe. O austríaco de 66 anos foi acusado de ocultar o corpo e fraudar o benefício.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!