Interrogatório de vizinho preso suspeito de matar casal confirma briga por som alto, diz polícia

O homem de 29 anos preso suspeito de matar um casal de vizinhos a tiros confirmou em interrogatório à polícia que o crime aconteceu durante uma discussão por som alto, no sábado (9), em Birigui (SP).

Segundo a Polícia Civil, o suspeito disse que chegou em casa com o volume do som do carro alto. Por isso, a vizinha teria invadido a casa dele, o ofendido e o ameaçado. Em seguida, a mulher voltou para a casa dela.

Acreditando que ela buscaria alguma arma, o suspeito pegou uma carabina sem documentação que tinha em casa. Ele alegou à polícia que disparou contra os vizinhos para se defender de uma possível agressão.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o homem afirmou que não tinha a intenção de matar as vítimas e que estava arrependido.

Ele se apresentou na delegacia de Birigui na manhã de terça-feira (12), quando foi cumprido o mandado de prisão temporária por 30 dias.

O homem deve ser indiciado por duplo homicídio e foi encaminhado à cadeia de Penápolis (SP), onde permaneceu à disposição da Justiça.

Entenda o caso

Os corpos de Mirlene Gonçalves e Robson Leandro Fioroto foram encontrados com marcas de tiros na noite de sábado (9). A mulher foi atingida na cabeça, enquanto o companheiro foi baleado nas costas.

A filha de Mirlene relatou à Polícia Civil que viu um carro saindo em alta velocidade quando chegou ao imóvel da mãe.

Ainda conforme o boletim de ocorrências, câmeras de segurança flagraram o suspeito cometendo o crime. O caso segue em investigação.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *