Lula deve se reunir com grupo de empresários e economistas de centro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato que lidera nas pesquisas de intenção de votos, deve se encontrar na primeira quinzena de agosto com o grupo Derrubando Muros, que reúne 102 empresários, economistas, ambientalistas, cientistas políticos e comunicadores.

Entre os integrantes do grupo estão a economista Elena Landau, que está na equipe da candidata do MDB, Simone Tebet; o presidente do conselho da GP Investimentos, Fersen Lambranho; o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga; o empresário Horácio Lafer Piva, da Klabin; o ex-presidente do Credit Suisse no Brasil José Olympio Pereira; o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Nelson Jobim; e o economista Samuel Pessôa.

A ideia é apresentar uma proposta de agenda de políticas para 11 áreas temáticas.

O Derrubando o Muros também está marcando encontros com Tebet e com Ciro Gomes, o candidato do PDT. O grupo já havia conversado com os dois candidatos antes, e também com os então presidenciáveis João Doria (PSDB), ex-governador de São Paulo; Flávio Dino, ex-governador do Maranhão; o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta; o apresentador Luciano Huck; a empresária Luiza Trajano e o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB).

Essa é a primeira vez, no entanto, que os empresários e economistas tentam se aproximar de Lula.

“Vamos apresentar nossas propostas para todos os candidatos do campo democrático, o que não inclui o presidente Jair Bolsonaro”, diz José Cesar (Zeca) Martins, sociólogo e investidor que coordena o Derrubando Muros.

“O ex-presidente Lula é o candidato com maior representação nas intenções de votos, e gostaríamos de saber os projetos dele para o país e expor nossas ideias”, diz.

No primeiro turno, a maior parte do grupo deve votar na candidata do MDB, mas alguns já declararam que irão votar em Lula, disse Martins, ressaltando que o grupo é “agnóstico e apartidário”.

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad está intermediando o encontro de Lula com o grupo, mais identificado ideologicamente com o centro. A assessoria de Lula confirma que o encontro deve acontecer.

Criado há dois anos no Rio Grande do Sul, o grupo lança nesta segunda-feira (1º), em uma live, o ebook “Agenda Inadiável – Propostas da sociedade civil: políticas públicas para um Brasil democrático com justiça, prosperidade e esperança”. São propostas para educação, saúde, segurança pública, inovação, indústria, economia digital, energia, economia, empreendedorismo, geopolítica e ambiente.

fonte: Notícias ao minuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *