Lula reafirma ‘revogaço’ de sigilos de Bolsonaro: “Quando acusavam, o PT era investigado”

BRASIL – Em discurso na Convenção do PT em Fortaleza, neste sábado (30), o ex-presidente Lula voltou a afirmar que, caso vença a corrida presidencial, vai promover um ‘revogaço’ dos sigilos de 100 anos decretados por Jair Bolsonaro (PL) em investigações sobre escândalos envolvendo o atual governo federal.

“O Bolsonaro tá todo dia brigando com a Suprema Corte e com a Justiça Eleitoral dizendo que a urna eletrônica não presta. Na verdade, ele não está com medo da urna eletrônica (…), ele tá com medo porque todas as denúncias que aparecem contra ele, ele transforma em sigilo de 100 anos. E eu quero dizer ao povo do Ceará: a primeira coisa que eu vou fazer é um ‘revogaço’ em todas as leis de sigilo que ele fez, para a gente saber o que ele tá escondendo”, afirmou Lula.

O ex-presidente relembrou que, durante as gestões do PT, não havia obstruções às investigações contra o governo e que, além disso, foram criados mecanismos para reforçar a transparência: “É o seguinte: quando acusavam, o PT era investigado. O PT criou o Portal da Transparência, cada um poderia acompanhar as coisas em casa. O PT criou a Lei de Acesso à Informação, que qualquer pessoa poderia saber a cor e o preço do papel higiênico que a gente utilizava.”

“A gente criou todos os mecanismos para que isso fosse investigado, e eu dizia que só tem um jeito de não cair na polícia: é que você seja honesto”, concluiu Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *