Major é investigado por agressão a empregada doméstica no Rio

 O major da Polícia Militar Bruno Chagas está sendo investigado após vídeo mostrar ele agredindo uma funcionária que trabalhava em seu apartamento, no bairro do Recreio, na zona oeste do Rio de Janeiro.

O caso está sendo investigado pela 42º DP (Recreio dos Bandeirantes). De acordo com a Polícia Civil, os agentes ouviram depoimentos de testemunhas nesta segunda-feira (25).

A polícia não soube informar o nome do advogado de Chagas, e a reportagem não conseguiu localizar o major.

A câmera de segurança do elevador do condomínio onde Chagas mora registrou a agressão no último dia 18.

É possível ver o momento em que a mulher entra no elevador, às 10h17, e é coagida pelo major, que aparenta discutir com a funcionária ao apontar o dedo para ela.

Minutos depois, o homem chega a manter a vítima acuada no fundo do elevador, ainda com o dedo em riste. Quando a vítima percebe que ele está muito próximo, ela o empurra e é agredida com um tapa no rosto. A reportagem não conseguiu ouvir a vítima nem o advogado dela.

A Polícia Militar disse que também teve acesso aos registros da agressão. A Corregedoria-Geral da corporação abriu uma apuração interna para investigar a conduta do major.

fonte: Notícias ao minuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *