Médico é preso por manter paciente em cárcere privado há 2 meses em hospital no RJ, após complicações em cirurgia

o cirurgião plástico Bolívar Guerrero Silva foi preso no início da tarde desta segunda-feira (18), após ser suspeito de manter uma mulher em cárcere privado há cerca de dois meses. 

A paciente fez um procedimento estético na barriga em um hospital particular na Baixada Fluminense e a cirurgia deu errado. A abdominoplastia foi realizada no início de março, mas em junho, ela teve de voltar à unidade de saúde para fazer mais três intervenções. No entanto, o procedimento teve complicações e a barriga chegou a ficar necrosada.

Segundo o G1, a tia da paciente procurou a Delegacia da Mulher de Duque de Caxias para relatar o que estava acontecendo. A polícia vai investigar se a equipe do médico, junto com o profissional, estavam impedindo a mulher de ser transferida para outra unidade de saúde. 

Hospital não queria autorizar entrada da polícia

Após a denúncia, os agentes da Deam se deslocaram ao hospital para averiguar a situação, mas a advogada da unidade informou que eles não podiam conversar com a paciente porque ela estava sedada. 

Mesmo sendo impedidos, os policiais entraram e encontraram a mulher em estado de choque, pedindo para ser retirada do local. A polícia vai investigar se houve outros casos parecidos. 

fontes, G1
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *