Postar infração de trânsito nas redes sociais vai levar multa de R$ 2,9 mil e perda de CNH

O Senado federal está analisando um projeto de lei que proíbe a divulgação de fotos e vídeos nas redes sociais, de condutores que cometerem infrações graves de trânsito, como dirigir em alta velocidade ou sem capacete.

O projeto prevê punições pesadas como o pagamento de multa de R$ 2.934,70 (infração gravíssima, de R$ 293,47, multiplicada por 10). Se repetir a infração, a multa dobra para R$ 5.869,40. E o sujeito ainda terá a suspensão da CNH por 12 meses. 

Já para as redes sociais que não tirarem o conteúdo do ar em 24 horas após a notificação judicial, também serão punidas. Podem, por exemplo, ser advertidas, multadas, suspensas e até proibidas de continuar funcionando.

Vale lembrar que o projeto de lei foi sugerido pela deputada federal Christiane Yared (PL-PR). Ela confessa que estava de olho, ao propor o PL, nas pessoas praticando “rachas” ou “pegas”. “Essas pessoas estão pondo em risco a vida alheia, sem que isso sofra qualquer tipo de restrição ou de controle de conteúdo”, afirma a parlamentar.

Com informações  do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!