Prefeitura registra movimento intenso no primeiro dia de mega-ação

No primeiro dia de mega-ação da vacinação contra a Covid-19, nesta quinta-feira, 7/7, a Prefeitura de Manaus registrou movimento intenso nos 85 pontos de atendimento. Balanço parcial da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aponta que até as 20h, aproximadamente 18 mil pessoas haviam sido vacinadas nas 81 unidades de saúde e nos quatro pontos estratégicos com oferta de vacina, na capital.

O secretário municipal de Saúde, Djalma Coelho, acompanhou os trabalhos do dia nos pontos de atendimento e reforçou a importância do engajamento da população nesta ação da prefeitura, que pretende aumentar o número de pessoas com o esquema vacinal completo.

“Montamos uma estrutura capaz de atender até 90 mil usuários nesses três dias, como estratégia para impulsionar a vacinação. Alcançar esse número depende, agora, da população. Neste primeiro dia o resultado foi bom, mas estávamos preparados para atender mais”, avaliou.

Apesar de Manaus ter próximo a 80% da população com mais de 5 anos de idade com o esquema inicial de duas doses, mais de 1,5 milhão de crianças, adolescentes, adultos e idosos estão em falta com uma ou mais doses da vacina.

O maior número de atrasos é em relação à terceira dose (primeira dose de reforço), que não foi procurada por mais de 700 mil pessoas aptas a avançar na imunização.

O secretário voltou a destacar a importância da vacina na redução de casos graves e óbitos por Covid-19, e disse que a atitude de se proteger individualmente tem impacto na proteção coletiva.

Ele ressaltou o aumento recente da média móvel de casos da doença em Manaus, que chegou a 400 casos por dia, e frisou que a vacinação é a principal medida para reduzir a vulnerabilidade do município ao novo coronavírus.

“A vacina não impede que a pessoa contraia o vírus, mas evita, como está comprovado, que os casos se tornem graves, levando a internações em leitos clínicos e de UTI, ou ao óbito”, comentou.

Djalma alertou, mais uma vez, sobre a queda nos níveis de anticorpos com o tempo, razão pela qual as doses de reforço são de extrema importância.

A mega-ação segue até sábado, 9, nos 85 pontos de atendimento, com oferta de primeira a quarta dose para todos os públicos.

Nesta sexta-feira, 8, do total de unidades, dez estão programadas para funcionar até as 20h e outras duas – Centro de Convenções de Manaus, “sambódromo” e Centro Cultural Vasco Vasques – até as 22h.

A consulta às informações sobre a vacinação, incluindo endereços e horários dos pontos de atendimento, pode ser conferida no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) e nas redes sociais da secretaria (@semsamanaus, no Instagram, e Semsa Manaus, no Facebook).

Para verificar a quantidade e a data das doses de vacina recebidas anteriormente, o usuário pode consultar a plataforma Imuniza Manaus, na opção “Consultar minhas doses”.

A primeira dose pode ser recebida por qualquer pessoa a partir dos 5 anos de idade, ainda não vacinada contra a Covid-19. A segunda dose deve respeitar o intervalo de cada imunizante (21 dias para a Pfizer e 28 dias para a Astrazeneca e Coronavac).

A terceira dose deve ser tomada por pessoas a partir dos 12 anos de idade, após quatro meses da segunda dose, sendo que para idosos acima de 60 anos o intervalo é de três meses e para imunossuprimidos, de 28 dias. A quarta dose é recomendada para todos acima de 18 anos, quatro meses depois da terceira dose. Quem tomou o imunizante da Janssen também deve receber as doses de reforço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *