Preso por matar a esposa morre após sofrer infarto no presídio

Samy Foaud Hammad, de 42 anos, preso pela morte da esposa Ayend Cristine Nascimento Hammad, morreu em decorrência de um infarto.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o homem passou mal e foi levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, mas não resistiu.

A morte de Samy ocorreu exatamente três meses após o crime que vitimou Ayend. Ele ficou internado por dois dias após sofrer um infarto na última quarta-feira (27). De acordo com o atestado de óbito, ele chegou a ficar na Sala Vermelha devido à gravidade da situação.

Samy estava preso desde o dia 30 de abril, um dia após cometer o crime, quando foi localizado em um hotel no Centro de Teresópolis, na Região Serrana.

A estudante de Pedagogia Ayend Cristine Hammad foi assassinada dentro do apartamento do casal, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. Após o crime, Samy ainda teria enviado um aviso, por meio de um aplicativo de mensagem, informando que havia assassinado a mulher e deixado a chave na porta do apartamento.

O corpo de Ayend foi encontrado com o rosto desfigurado, por causa de agressões, e com sinais de estrangulamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *