Reajuste concedido pelo prefeito David Almeida aos servidores de educação é aprovado pela CMM

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, nesta segunda-feira, 18/10, o projeto de lei nº 559/2021, que trata do reajuste dos profissionais de educação de Manaus, concedido pelo prefeito David Almeida. O reajuste salarial dos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), será de 11,13% referente à data-base 2019/2020 e data-base 2020/2021. A matéria vai para sanção do chefe do Executivo municipal.

Reajuste concedido pelo prefeito David Almeida aos servidores de educação é aprovado pela CMM

O prefeito David Almeida anunciou o reajuste no início deste mês, e ressaltou o trabalho em conjunto dos parlamentares com a prefeitura na aprovação de projetos que buscam melhorias para a cidade e o manauense.

“É de grande importância darmos essa boa notícia aos profissionais da educação, no mês do professor. Fizemos anúncios alvissareiros e desde o início de nossa gestão estamos trabalhando para transformar Manaus em uma cidade melhor para todos”, disse o prefeito.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, também comemorou a aprovação do projeto de lei, em regime de urgência, e afirmou que a prefeitura vem trabalhando desde os primeiros dias do ano para a melhoria da educação.

“É um anseio dos nossos servidores esse reajuste e continuaremos avançando. Já implantamos o Auxílio Conectividade para os professores, o Proesc, conseguimos junto ao Ministério da Saúde a vacinação antecipada para os servidores de educação, para uma volta às aulas segura, estamos reestruturando as escolas e temos muitos outros programas e projetos que estão avançando”, afirmou.

O projeto teve parecer favorável das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), de Finanças, Economia e Orçamento (Cfeo), de Educação (Comed) e de Serviços e Obras Públicas (Comsop), antes de ser aprovado em plenário.

O presidente da Comissão de Educação da CMM, vereador Fransuá, parabenizou o prefeito David Almeida pela proposta e destacou que o reajuste atende a expectativa dos servidores da educação e mostra o compromisso da Prefeitura de Manaus com a categoria.

“Vimos que não precisou de nenhuma pressão, não vimos a categoria em nenhum momento fazer manifestação para pedir reajuste, ou até mesmo vir à Câmara, ou seja, o prefeito sabe que é necessário e fez e é assim que sempre tem que ser”, pontuou.

— — —

Texto – Asafe Augusto de Oliveira/Semed

Foto – Ruan Souza/Semcom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco!