Sobe para 142 o número de casos de varíola dos macacos no Brasil

 O número de novos casos da varíola dos macacos segue em alta no Brasil. Nesta quinta-feira (07), foram contabilizadas 142 pessoas oficialmente infectadas pelo vírus hMPXV (sigla em inglês para Human Monkeypox Vírus), segundo o Ministério da Saúde. O surto atinge pelo menos sete estados, mas está concentrado em São Paulo.Vale lembrar que, no último boletim epidemiológico da Saúde, referente aos dias 26 de junho e 2 de julho, estavam confirmados 76 casos da infecção pelo vírus da varíola dos macacos. Naquele momento, apenas um paciente era do sexo feminino, sendo que todos os outros eram do sexo masculino. A faixa etária mais comum era entre 30 e 39 anos.

Quais estados mais registram casos da doença? A seguir, confira o ranking de estados e regiões brasileiras que mais registraram casos da varíola dos macacos até o momento:

São Paulo: 98 casos da doença;

Rio de Janeiro: 28 casos;

Minas Gerais: 8 casos;

Ceará: 2 casos;

Paraná: 2 casos;

Rio de Grande do Sul: 2 casos;

Rio Grande do Norte: 1 caso;

Distrito Federal: 1 caso.

É preciso observar que, como esta é uma nova doença no Brasil e um surto desta proporção nunca foi registrado anteriormente, a velocidade de novas notificações é lenta. Isso ocorre, entre outros fatores, pela demora em se obter a resposta dos exames laboratoriais, que confirmam (ou não) a infecção.

Quais os sintomas da varíola dos macacos? Segundo o Ministério da Saúde, os sinais e sintomas mais observados nos casos brasileiros, em ordem decrescente, foram:

Erupção cutânea;

Adenomegalia (inchaço dos linfonodos no pescoço);

Febre;

Astenia/fraqueza;

Dor muscular;

Cefaleia (dor de cabeça);

Dor nas costas;

Suor/calafrios;

Dor de garganta.

Tem vacina no Brasil?

No momento, o Brasil não conta com remédios antivirais e nem com vacinas — que podem ser aplicadas de forma a prevenir a infecção ou de reduzir as complicações da doença (Profilaxia Pós-Exposição). No momento, alguns países já usam os imunizantes para limitar e controlar o surto da varíola dos macacos, como os Estados Unidos e o Canadá. Compras da vacina ainda estão em negociação pela Saúde.

Com informações do portal cm7.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *