Suspeito de ajudar no assassinato de irmãos mandou mensagem para mãe das vítimas e queria se relacionar com ela

O homem preso suspeito de ajudar no assassinato dos irmãos Luiz Otávio, de 7 anos, e Ayla Luciene, de 5, em Bonópolis, mandou mensagens para mãe deles antes do crime. Segundo a investigação do delegado Danilo Wendell, o homem tinha interesse em namorar a mulher, mas não havia relacionamento entre os dois.

O teor das mensagens não foi divulgado pelo delegado por ser informação sigilosa.

O nome do homem não foi divulgado pela polícia. Por isso, o g1 não localizou a defesa para se manifestar sobre o caso até a última atualização desta reportagem.

O delegado investiga se ele teve participação na morte das crianças, já que ele conhecia o principal suspeito do crime, Reginaldo Barbosa, de 37 anos, e foi visto andando de moto com ele no dia do crime.

Reginaldo Barbosa morreu no domingo (10), na zona rural de Bonópolis, depois de uma ação de buscas feita pela Polícia Militar. A corporação começou a buscá-lo desde a última quarta-feira (6), quando os irmãos morreram.

Imagens mostram quando a equipe que trocou tiros com Reginaldo Barbosa chega com ele a uma unidade de saúde (veja abaixo) da cidade. O delegado contou que os irmãos foram mortos com cortes de faca na garganta. A menina ainda foi estuprada.

O tenente-coronel da Polícia Militar Francisco Ramos Jubé, comandante da 12ª Regional da corporação, contou que Reginaldo Barbosa foi localizado numa mata fechada do assentamento Plínio Arruda Sampaio.

“Ele não quis se render. Transtornado do jeito que estava, ele optou por agredir os policiais, que revidaram”, comentou o oficial.

Morte das crianças

Luiz Otávio, de 7 anos, foi achado na casa em que morava com a mãe e a irmã. Ayla Luciene, de 5 anos, foi encontrada numa mata a 200 metros da residência da família.

“Os dois irmãos foram mortos com golpes de faca na garganta. A menina foi estuprada. O menino não tinha sinais de abuso sexual”, detalhou o delegado Danilo Wendell.

Pessoas que vivem na região contaram que a mãe estava trabalhando e, quando chegou em casa, encontrou o filho morto e não achou a filha.

Após isso, vizinhos disseram à mãe que viram um homem saindo da residência com um saco na mão. A polícia Militar foi chamada e encontrou o corpo da menina na mata.

As crianças foram enterradas na noite de quinta-feira (7) sob forte comoção dos vizinhos e familiares.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *