Suspeito de furto deita na cama de irmã e usa edredom para tentar se esconder da polícia no DF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta terça-feira (12), um homem de 37 anos, suspeito de cometer um furto em uma casa de Vicente Pires, em maio. Segundo a corporação, ele foi detido na residência onde mora, em Taguatinga, e para se esconder dos agentes, deitou na cama da irmã e se cobriu com um edredom.

De acordo com a PCDF, o homem roubou uma televisão, três celulares, um notebook e um ar-condicionado da casa em Vicente Pires. No entanto, ao todo, ele é investigado em nove ocorrências policiais e estava foragido da Justiça desde 2017.

Nesta terça, agentes da 38ª Delegacia de Polícia, em Vicente Pires, saíram para cumprir o mandado de prisão e outro de busca e apreensão contra o homem.

“O autor foi flagrado no portão de sua casa e, ao avistar a aproximação das viaturas policiais, o mesmo entrou em casa e tentou se esconder, tendo sido encontrado deitado, na cama de sua irmã, embaixo de um edredom”, diz a Polícia Civil.

No quarto do suspeito, os policiais encontraram porções de maconha, uma máquina de cartão de crédito e, segundo a corporação, ferramentas usuais para a prática de furtos. Na casa, também foi encontrado um cigarro artesanal de maconha pronto para uso.

Investigação

Material apreendido com suspeito de furtos a residências no DF — Foto: Polícia Civil/Reprodução

A PCDF afirma que chegou à identidade do suspeito depois de encontrar impressões digitais dele na casa furtada.

Com a identificação, os policiais descobriram que o homem era investigado em nove ocorrências policiais, sendo três pelo crime de furto em residência. Também era alvo de inquéritos por furto qualificado e objeto de cinco mandados de prisão.

Além disso, o homem já foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão, por crimes de furto qualificado, embriaguez ao volante e roubo majorado. Quando ele fugiu, em 2017, ainda precisava cumprir 10 anos e 3 meses de reclusão.

Após a prisão, o suspeito foi levado à 38ª DP. Se condenado pelo furto em Vicente Pires, ele pode ser sentenciado a pena entre 2 e 8 anos de prisão.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *