Suspeito de matar jovem na Feira Manaus Moderna estava com granada em hotel

Uandelas Firmino, o venezuelano que confessou ser membro de uma facção criminosa e ter matado William Gabriel de Souza Magalhães, na Feira da Manaus Moderna, estava com uma granada dentro do hotel onde foi preso no Centro.

Segundo a polícia, ele e outros dois venezuelanos identificados como Wilson Ivan Castillo Rivas, e Cezar Luiz Sevilha, e uma adolescente, estavam com armas, munições, drogas e o artefato explosivo.

O grupo foi preso durante uma operação policial coordenada pelo 24° DIP. Segundo a polícia, Uandelas confessou o assassinato de William e disse que o matou por conta de rivalidade na venda de drogas.

O menor também confirmou sua participação e disse que antes do crime, comprou uma trouxinha de droga para indicar a localização exata do alvo para o pistoleiro.

Esse não é o primeiro crime cometido por Uandelas. Um levantamento da polícia descobriu que o homem já responde por outro homicídio.

fonte: Portal do Holanda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *