Wilson Lima destaca que empresas do polo de componentes semicondutores de memória geram milhares de empregos e vão faturar R$ 3 bilhões em 2022

Governador visitou linha de produção da Smart Modular Technologies da Amazônia e ressaltou incentivo do Estado para geração de emprego e renda no setor

O governador do Amazonas, Wilson Lima, visitou nesta terça-feira (12/07) a linha de produção de uma das empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), que atuam no mercado de componentes para computadores, seguimento que vai movimentar, apenas em 2022, R$ 3 bilhões e gerar cerca de mil empregos diretos na capital do Amazonas.

A Smart Modular Technologies da Amazônia é responsável pela fabricação de semicondutores de memória, módulos de memória, dispositivos de armazenamento de dados em estado sólido e de módulos de comunicação sem fio para a Internet das Coisas.
Wilson Lima destacou que o Estado tem incentivado a geração de novos postos de trabalho e manutenção dos empregos do PIM, sendo uma das medidas a renovação dos incentivos estaduais concedidos às empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus.

“Eu fico muito feliz com o sucesso que a Smart e de outras empresas que têm vindo para cá. Isso é resultado dessa instalação da Smart aqui. Fiquei feliz com o faturamento que a empresa deve ter este ano, mas a minha preocupação maior é a geração de emprego e renda. É oportunidade de ter o salário todos os meses para garantir o sustento da família. E é para isso que eu tenho trabalhado muito, para dar as condições para que as empresas estejam aqui”, destacou o governador.

A lei estadual que beneficia empresas do polo industrial com uma tributação diferenciada foi prorrogada em 2021, sem o aumento de impostos, e estabelece benefícios para as empresas até 2023. A segurança jurídica foi concedida dois anos antes da lei anterior perder a validade, uma iniciativa para atrair novos investimentos para o estado.

A Smart Modular Technologies da Amazônia, inaugurada em março deste ano, opera com cerca de 160 funcionários em três turnos e deve faturar R$ 1,5 bilhão até dezembro. O governador reforçou o desejo e a preocupação em proporcionar condições para que a empresa amplie seus investimentos no Amazonas, gerando novos postos de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *